A Direção DA RECIOL está ciente do seu compromisso com os seus clientes em matéria do comércio de óleos usados​​, nesse sentido a  organização estabeleceu um Sistema de Gestão Ambiental e de Sustentabilidade com base na norma  ISCC ISCC-EU-DE.

Esta política está disponível para o público e proporciona o enquadramento para a definição e revisão dos seguintes objectivos:

Garantir que os serviços oferecidos aos seus clientes são sustentáveis​​, de confiança e cumprir com as leis, regulamentos e códigos.

             Nesse sentido a Reciol desde o dia 15 de outubro de 2013 que tem os óleos alimentares usados certificados.

 

/sites/default/files/files/CERTIFICADO EU-ISCC-Cert-US201-70600129.pdf

 


 

 

 

   Parceria com a Liga Portuguêsa Contra o CancroNucleo Regional do Norte

 

Tomando consciência de que hoje em dia a responsabilidade social deve fazer parte do nosso dia a dia e numa base voluntária contribuir para uma sociedade mais justa, a Reciol celebrou no passadio dia 1 de maio um protocolo de colaboração com a Liga Portuguêsa Contra o Cancro- Nucleo Regional do Norte, com intuito de contribuir para esta nobre causa através da atribuição de uma percentagem sobre o volume de óleos recolhidos.

 

Assim sendo todos os que estiverem interessados em contribuir para esta causa poderam faze-lo ao intregar os seus óleos alimentares usados à Reciol.

 

Em caso de duvida poderão ligar para os seguintes contactos:

Reciol:telf/fax:253 817 052 tlm:937766333

Liga Portuguesa Contra o Cancro - Núcleo Regional Norte 

Telf./Fax: 225 420 695 Tlm.910 945 181

 

 

 


Recolha de ceras nos cemitérios em Barcelos

A protecção do ambiente e da saúde constitui um dos maiores desafios colocados à sociedade atual sendo cada vez mais uma responsabilidade de cada cidadão garantir que o seu percurso na área do  ambiente seja feito de uma forma sustentável.

De acordo com o Decreto-lei n.º 73/2011 de 17 de junho que veio introduzir algumas alterações ao Decreto –lei nº 178/2006 de 5 de setembro e atendendo a que o Governo considera prioritário reforçar a prevenção da produção de resíduos e fomentar a sua reutilização e reciclagem com vista a prolongar o seu uso na economia antes de os devolver em condições adequadas ao meio natural, nesse sentido os residuos gerados pela população, deverão na medida do possivel ser encaminhados para a reciclagem ou outra forma de valorização.

Independentemente da forma de valorização, a recolha selectiva dos resíduos apresenta-se como bastante importante, pois facilita qualquer processo de gestão.

Os resíduos que possam ser reutilizados deverão ser desviados dos aterros,sendo o caso da recolha, para reutilização, dos círios e velas usados nomeadamente , nos cemitérios.

Assim, além das vantagens associadas à correcta valorização da cera,diminuindo-se o impacto da manufactura de raiz, evita-se a deposição em aterros dessa matéria, reciclando-se e valorizando-se esses recursos.

Nesse sentido entre a a Reciol e Câmara municipal de Barcelos foi realizado um protocolo que prevê a colocação de ecopontos em todas a s freguesias do concelho para deposição dos copos provenientes dos círios dos cemitérios.

 


                                         Reciol apoia o ténis de Mesa de Alvito e Clube de karaté de Barcelos

 

Numa Vertente mais social a Reciol patrocinou o clube de Ténis da casa do Povo de Alvito , o Clube de karaté de Barcelos e o futebol júnior de Roriz para desta forma Incentivar e promover o desporto do concelho de Barcelos

 

 


Artigo da Reciol - País positivo


 

                  Recolha de Parafinas nos Cemitérios de Caminha

 

 

 

 



 

Novo Alvará de Licença

No passado dia 15 de julho de 2011 a Reciol recebeu o novo alvará de licença nº 69/2011 emitido pela CCDR-N que lhe permite realizar um leque mais abrangente de serviços tais como: Limpeza de separadores de gorduras, limpeza de filtros e motores de exaustão, recolha de plásticos, rolhas de cortiça e metais do setor HORECA.

Numa vertende diferente das recolha dos óleos mas tendo em conta a reciclagem a Reciol com o novo alvará de licença ficou habilitada também a fazer a recolha de parafinas provenientes dos cirios dos cemitérios.

Esta nova iniciativa permite à Reciol uma nova oportunidade de negócio na área da reciclagem e  o ambiente agradece.

 


Transformar óleo de cozinha em combustível amigo do Ambiente

 

  A Câmara Municipal de Albergaria está a estudar a recolha de óleos alimentares no concelho de forma a evitar a poluição da água e dos sistemas de saneamento. “Trata-se de mais um projecto a nível ambiental. Cada litro de óleo alimentar que vai para o saneamento é sinónimo de um grave problema”, explicou João Agostinho, presidente da Câmara Municipal. De acordo com a ReciolReciclagem de Óleos, Lda., a recolha é feita em alguns estabelecimentos comerciais e o objectivo é estender à restauração e público em geral. “Actualmente, deixamos gratuitamente com alguns comerciantes os recipientes para a recolha mensal. No acto do levantamento, é deixado um documento do Ministério do Ambiente que conta de que os comerciantes dão o devido encaminhamento aos óleos, no caso de uma inspecção”, explica Manuel Barbosa, responsável pela Reciol, empresa licenciada para a recolha e tratamento de resíduos, que iniciou as suas actividades cerca de três anos. (Leia a notícia na íntegra na edição da 2.ª quinzena de Março do Beira Vouga) Jornal Beira Vouga.

 


Escuteiros recolhem óleos domésticos usados


    

Os caminheiros do agrupamento escutista de Angeja estão a desenvolver uma campanha de recolha de óleos domésticos usados. A campanha teve início por uma sensibilização via Internet, no dia 5 de Junho (Dia Mundial do Ambiente), prosseguiu no Domingo, 8 de Junho, e no sábado seguinte, 14, com a distribuição de um folheto informativo à saída da Eucaristia Dominical e na rua, e continua até 9 de Agosto, que até essa data os escuteiros estão dispostos a receber óleo usado na sua sede, colocando-o, semanalmente, no oleão que se encontra na Junta de Freguesia.
     “Este desafio, além de pedagógico, está inserido na forma de estar dos Escuteiros, em preservar o meio ambiente e Natureza”, refere o chefe escutista Daniel Valente. Haverá um prémio de incentivo para o escuteiro que conseguir recolher o maior número de litros.
    A campanha, desenvolvida com o apoioda Câmara Municipal de Albergaria-a-Velha e da empresa de reciclagem Reciol, tem como lema “Ser cidadão não é dizer Sim ou Não! É colocar o óleo no oleão!”
   No folheto distribuído aos cidadãos, pode ler-se que “1 litro de óleo”, deitado no meio ambiente, “contamina 1 milhão de litros de água, o equivalente ao consumo de uma pessoa durante 14 anos”.
    



Restaurante Minhoto 1